posted by on Cirurgia Plástica

No comments

Se existe um procedimento, dentre a maioria que comentamos aqui até hoje, que tem nos homens a maior parte dos pacientes, este é o transplante de cabelos.

Tem um cabelo volumoso e forte é vontade de todo mundo, não é mesmo? Acontece que é muito comum que o cabelo vá enfraquecendo conforme o tempo vá passando, tornando-se mais ralo no couro cabeludo. Se esta situação ir se agravando, o próximo passo é a calvície, ou seja, a perda de cabelo em grande parte da cabeça. É bom dizer que não é só o tempo que traz a calvície, mas também o stress do sai a dia pode ocasionar a perda de cabelo, assim como fatores genéticos. A calvície é mais comum nos homens, mas muitas mulheres também a possuem. Assim, o transplante de cabelo é uma boa alternativa para contornar a queda dos fios.

Resumidamente, pode-se dizer que o transplante de cabelo é o transporte de pequenos enxertos do couro cabeludo ou de folículos capilares de alguma região da cabeça que possua cabelos fortes, até a área calva ou com poucos fios. Provavelmente, o processo deixará algum tipo de cicatriz, mas esta ficará entre os fios capilares, em uma região mais escondida.

O procedimento é demorado, mas os resultados podem ser muito satisfatórios, ainda mais para quem não lida bem com a queda de cabelos. Além disso, recomenda-se que o processo aconteça após os 25 anos do paciente, para que o couro cabeludo já esteja num período definitivo de crescimento. Recomenda-se procurar uma clínica séria e especializada no assunto, lembrando que os cuidados após o procedimento fazem muita diferença no resultado final.

posted by on Cirurgia Plástica

No comments

É normal que algumas pessoas nasçam com alguma marca no corpo, são as chamadas marcas de nascença, ou birthmarks. Essas marcas não trazem nenhum mal à pessoa que a possui, e sua remoção é totalmente opcional, apenas por critérios estéticos.

O processo de remoção das birthmarks costuma remover totalmente a marca ou, pelo menos, suaviza drasticamente a coloração da área. Normalmente, para realizar o procedimento, utiliza-se cirurgia a laser, embora dependendo do tamanho da marca seja necessária uma incisão cirúrgica. De qualquer maneira, a remoção de marcas de nascença é muito tranqüilo, e em geral bem rápido, algo em torno de 15 minutos até algumas horas. Esta variação de tempo vai depender do tamanho da marca de nascença.

Outro fato que comprova a rapidez do procedimento, é que não é necessária internação, e a recuperação é muito rápida, e não há a necessidade, na maioria dos casos, de repouso.

Dependendo do tipo de marca de nascença, ela pode ser retirada em uma ou mais sessões. As marcas mais conhecidas por “café-com-leite” costumam ser as mais fáceis de serem removidas, e normalmente em apenas uma sessão já são retiradas. Já as conhecidas por “vinho do porto” – aquelas mais avermelhadas -, ou as hemangiomas – aquelas que assemelham-se a um pequeno morango -, essas podem exigir mais de uma sessão para a retirada. De qualquer maneira, é válido lembrar que as marcas de nascença não são prejudiciais à saúde daquele que a possui, e que a sua retirada é estética, caso seja da vontade daquele que a possui.

posted by on Cirurgia Plástica

No comments

Uma cicatriz é uma marca no corpo que fica em função do processo de fechamento de um corte na pele. Existem cicatrizes de vários tipos, desde as mais imperceptíveis até aquelas que ficam mais marcadas, podendo ficar com um tom diferente da pele ou mesmo com alguma textura. Quem possui uma cicatriz com uma aparência que lhe incomoda, deve saber que existem vários procedimentos de retirada destas, e que costumam ser rápidos e com resultados eficazes.

A revisão cirúrgica de cicatrizes é um destes tratamentos. Trata-se de um método que remove a cicatriz, a partir da junção da pele normal ao redor da cicatriz. Este processo deixa pouca evidência. Em alguns casos, em que a cicatriz fica mais evidente em função do local em que está localizada, pode-se mudar a direção da cicatriz, deixando mais discreta e de acordo com as dobras naturais do corpo, o que reduz bastante a evidência da cicatriz.

O procedimento de revisão de cicatriz é uma pequena cirurgia, bastante rápida e que não demanda muito tempo de recuperação, apenas cuidados de acordo com as indicações do médico responsável. Com a revisão de cicatriz, cicatrizes longas podem ficar drasticamente mais curtas, e as muito largas podem se reduzir a um pequeno risco. Entretanto, mesmo com tudo isso, vale lembrar que não existe a completa exclusão das cicatrizes, apenas métodos de deixá-las mais discretas, pois mesmo um procedimento para retirada de cicatrizes deixará uma cicatriz, mas esta como todo o cuidado em minimizar os efeitos, transformando o que era uma cicatriz chamativa em algo discreto e quase imperceptível.

posted by on Cirurgia Plástica

No comments

Quando o assunto é cirurgia plástica para mulheres, não há problemas. Fala-se tranquilamente sobre o assunto, com naturalidade. Entretanto, quando a cirurgia diz respeito aos homens, certo tabu vem à tona, e percebe-se que pouco é falado sobre o assunto.

Alguns homens realizam cirurgias estéticas para deixar o corpo mais torneado, como uma musculatura definida. Vemos que, aos poucos, vêm-se comentando mais e mais sobre o assunto, e até em programas de televisão este tem sido abordado. Entretanto, a ginecoplastia ainda é pouco comentada fora do círculo médico.

A ginecoplastia é uma cirurgia de redução de mamas masculinas, um problema mais comum do que se costuma pensar. Provavelmente, o silêncio em relação ao assunto esteja associado ao fato de que possuir mamas grandes seja uma característica feminina, mas esta ligação é mero senso comum, e quanto mais tornarmos público e comum este problema, mais será tratado com a naturalidade que merece – inclusive pelos próprios homens, que acabam se sentindo envergonhados por possuírem as mamas de tamanho maior que o comum. Pesquisas dizem que cerca de 40% dos homens possuem mamas aumentadas, o que prova que é uma ocorrência mais comum do que o imaginado.

A cirurgia consiste na retirada de gordura local, ou de tecido glandular. Esteticamente, pode-se retirar o excesso de pele do local, para que o peitoral não fique flácido. O procedimento é rápido e a internação costuma ser de apenas um dia, e o pós-operatório dura de uma a duas semanas. O resultado, normalmente, é um sucesso, já que a cicatriz tende a desaparecer com o tempo, ainda mais em decorrência dos pelos da região. Quanto mais o assunto for comentado, menos tabu será!

posted by on Cirurgia Plástica

No comments

Atualmente existe toda a sorte de tipos de cirurgias plásticas, e elas resolvem desfuncionamentos de partes do corpo, má formações e problemas estéticos. O implante de bochecha é mais uma destas cirurgias, e muitas pessoas têm se submetido a ela, e não só as mulheres como os homens também.

O rosto é uma parte do corpo que está sempre à mostra, e por isso é normal vermos tanta preocupação em deixar o rosto com a melhor aparência possível, seja pelo uso de cremes especializados, cuidados especiais, cirurgias estéticas e tantos outros recursos que temos hoje em dia. As chamadas “maçãs” do rosto são as grandes prestigiadas no implante de bochechas, e são várias as razões para realizá-lo. O rosto pode apresentar algum dano de nascença ou em função de algum acidente, alguma assimetria, ou uma perda de volume natural, em função da idade. Para todos estes efeitos – e mais alguns que não foram citados aqui -, o implante de bochecha pode vir a solucionar vários problemas.

O implante para bochechas é feito com silicone, e é normal sentir desconforto após o procedimento, assim como qualquer outro procedimento cirúrgico. A anestesia recebida pode ser local ou geral, e o procedimento dura, do inicio ao fim, cerca de uma hora. Para esta cirurgia, o paciente deverá ficar internado por no máximo um dia. O pós-operatório dura de 5 a 7 dias de repouso, e em alguns poucos meses já é possível ver o resultado definitivo do procedimento. Caso você tenha interesse em fazer o implante para bochecha, procure um especialista e se informe, ele saberá lhe passar as informações específicas para você.

posted by on Cirurgia Plástica

No comments

As injeções de colágeno têm feito um grande sucesso entre aqueles que gostariam de diminuir as linhas de expressão de seu rosto ou suas rugas, aquelas que aparecem ao redor dos lábios, no canto dos lábios, na testa, do nariz até a boca e tantas outras. As injeções de colágeno funcionam colocando a proteína colágeno no tecido subcutâneo, ativando-o e fazendo-o firmar a ele na região escolhida. Sabe-se que a pele produz naturalmente o colágeno até certa idade. Depois desta, as linhas de expressão e rugas começam a aparecem com mais freqüência. Alguns cremes à base de colágeno prometem efeitos milagrosos, entretanto, os cremes não possuem o mesmo poder de inserção na pele quanto o colágeno injetado.

Injeções de colágenoPara realizar o tratamento, recomenda-se fazer um período de teste antes da aplicação. E isso porque a pessoa pode ser alérgica à proteína bovina, a que é usada no procedimento. Coloca-se, então, uma pequena aplicação no antebraço, e se em um mês estiver ainda tudo bem, não terá problema algum de fazer a aplicação no rosto.

O tratamento completo não dura apenas uma sessão, salvo exceções, mas em geral recomenda-se fazer de 3 a 6 sessões, e estas realizadas uma vez por semana ou uma vez a cada duas semanas. Esta decisão vai depender do acerto realizado entre paciente e médico. Findo o tratamento completo, os resultados durarão cerca de um ano inteiro. A recuperação do procedimento é das mais simples, sem a necessidade de curativos ou bandagens, o paciente pode voltar ao seu cotidiano normalmente. O uso de protetor solar é recomendado, para um melhor resultado do procedimento.

JUVÉDERM

nov
2012
20

posted by on Cirurgia Plástica

No comments

Quem se importa em estar com a pele sempre lisinha e macia, com poucas linhas de expressão, precisa conhecer o JUVÉDERM. Este realiza preenchimento facial, suavizando as rugas e as marcas de expressão. O rosto fica mais definido, com os contornos mais delineados, e o resultado é impressionante.

pele lisinhaBasicamente, JUVÉDERM é um gel à base de ácido hialurônico que é injetado na pele. Por conter substâncias anestésicas, não se sente dor, ou ao menos muito pouca, durante o procedimento, o que é um grande avanço se compararmos com outros procedimentos estéticos. Como com qualquer outro produto ou intervenção cirúrgica, o JUVÉDERM não age sozinho, e cabe àquele que o utiliza fazer a sua parte para fazer com que os efeitos sejam mais duradouros e visíveis.

Para quem não sabe, o ácido hialurônico é fabricado naturalmente pela própria pele, dando-lhe resistência e vigor através da retenção de água. Mas, com o tempo, o ácido hialurônico vai parando sua produção natural. E a pele, por sua vez, vai perdendo seu viço. Injetar ácido hialurônico na pele, então, é uma forma de manter a pele com essa substância.

Se realizados os procedimento de beleza conforme as instruções, o JUVÉDERM praticamente elimina as rugas do rosto, as marcas de expressão, dá mais destaque aos contornos dos lábios e do rosto em geral, definindo-os. E os resultados podem ser sentidos por até um ano. Existem especialistas que aplicam JUVÉDERM no Brasil inteiro, procure um deles caso tenha interesse neste recurso.

posted by on Cirurgia Plástica

No comments

Como já comentado por aqui, as cirurgias de melhoras estéticas no rosto costumam ser muito requisitadas, justamente porque o rosto é a parte do corpo que aparece mais diretamente. Além disso, o rosto relaciona-se diretamente com as expressões, com os sentimentos e até com a personalidade.

Implante de mandíbulaDentre todas as cirurgias plásticas já comentadas por aqui, o implante de mandíbula é uma das mais complicadas. Não que ela sempre seja complicada, mas cada caso é muito diferente do outro, e não há como fazer uma generalização dos métodos utilizados. Tentaremos aqui esboçar um resumo de quando é necessário e em que casos é indicado realizar um implante de mandíbula, mas sempre lembrando que estas informações servem como uma primeira instrução, o resto deverá ser dado pelo médico que está cuidado especificamente do seu caso.

A mandíbula é o que dá todo o contorno inferior do rosto. É por isso que ela é tão importante. Pessoas que nascem como uma má formação mandibular, necessitam de cirurgias de correção, e estas costumam ser bem complicadas, pois exigem que se mexa na estrutura óssea do indivíduo. Já quando acontece algo em função do envelhecimento natural do seu humano, costuma ser uma cirurgia bem mais tranqüila, em que não há a necessidade de trabalhar a estrutura óssea, mas apenas com enxertos na mandíbula, para manter o contorno mais marcado. Mas, independente de qual procedimento, um ponto positivo é que a cicatriz ficará totalmente escondida, pois ficará no interior da boca.

Se você pensa que precisa realizar uma cirurgia de mandíbula, procure um médico especialista e veja sua opinião, pois só ele estudará devidamente o seu caso.

posted by on Cirurgia Plástica

No comments

Otoplastia é um tipo de cirurgia plastica que busca corrigir imperfeições que possam existir nas orelhas, melhorando a anatomia das mesmas. Estas alterações podem ser: diminuição, proporção e qualquer outra alteração que seja possível, tudo para deixar o rosto mais harmônico. Uma das maiores reclamações e motivos de cirurgias nas orelhas são as chamadas “orelhas de abano”, que seriam aquelas que não ficam tão próximas à cabeça, formando uma angulação mais perpendicular.

OtoplastiaTanto homens quanto mulheres procuram realizar esta cirurgia para melhorar o aspecto de suas orelhas e, por conseqüência, do seu rosto. Mas apenas para esse problema existe a Otoplastia, mas também para corrigir deformações genéticas, recebidas graças a acidentes, tumores e qualquer outro infortúnio.

O tipo de anestesia nesta cirurgia depende da pessoa. Quer dizer, em crianças recomenda-se dar anestesia geral, para que seus movimentos não acabem por atrapalhar o procedimento. Já em adultos, prefere-se a anestesia local com ou sem sedação, dependendo do caso. O procedimento demora cerca de uma hora e meia, quando realizado nas duas orelhas, e há a vantagem de a cicatriz ser quase imperceptível, pois fica atrás das orelhas, mesmo para quem usa os cabelos curtos é difícil de reparar na cicatriz.

Como quase todo procedimento cirúrgico, o local afetado ficará com edemas, mas em algumas semanas já não estará tão sensível. Sempre lembrando que o resultado definitivo apenas pode ser visto depois de alguns meses depois de realizada a cirurgia, até que todo o corpo esteja totalmente recuperado da cirurgia. Poucos dias depois do procedimento já é possível retornar à atividade normal, caso esta seja tranqüila. Caso contrário, recomenda-se mais tempo de repouso e cuidado.

posted by on Cirurgia Plástica

No comments

Existem diversas opções de cirurgias estéticas para melhorar o aspecto do rosto de uma pessoa. Muitas delas desejam deixar seu rosto com mais personalidade, deixar seus olhos mais expressivos, suas sobrancelhas mais acentuadas. A Frontoplastia é uma cirurgia estética realizada na testa do paciente que deseja levantar suas sobrancelhas, por considerá-las caídas, pois estas muitas vezes dão um ar de desânimo ou de cansaço naquele que a tem.

FrontoplastiaNormalmente este tipo de sobrancelha é herdada geneticamente, e não há muito o que fazer se não uma intervenção cirúrgica. Além disso, com o passar do tempo, a pele vai perdendo sua elasticidade e seu vigor, cedendo em relação à ação da gravidade e ao peso da própria epiderme. Assim, pessoas que já possuam as sobrancelhas caídas, podem ter esta característica acentuada com o passar dos anos.

Recomenda-se aliar a frontoplastia a outros tratamentos estéticos, justamente para que a pele ganhe mais força e sustente com mais vigor a sobrancelha que tende a cair. Para saber qual o melhor tratamento auxiliar a esta cirurgia, converse com o médico que está acompanhando seu caso, ele saberá lhe passar devidamente um que se encaixe no seu perfil.

Em geral, o procedimento é realizado com anestesia local, mas em alguns casos pode-se optar pela anestesia geral. Procure saber destes pormenores e qual a opinião e sugestão do seu médico em relação a isto, para que não ocorram surpresas. E lembre-se, como qualquer procedimento cirúrgico, a frontoplastia possui um pós-operatório que vai exigir paciência e cuidado. Recomenda-se no mínimo uma semana de repouso, e pouco depois disso já é possível voltar à rotina normal.